Resumo

Estudo do papel decisivo da incorporação de um partido político de representação de trabalhadores para a consolidação do sistema partidário e, subsidiariamente, da importância desse sistema, em que se opõem e dialogam setores empresariais e setores trabalhistas, para a integração nacional. Analisa, com esse foco, as duas experiências brasileiras de pluripartidarismo (de 1945 a 1965 e de 1980 em diante), em especial a experiência em curso, procurando localizá-las na história política do país e relacioná-las com aspectos escolhidos da experiência partidária de países do centro do capitalismo. Defende a alta probabilidade de que a legislação eleitoral e partidária vigente não seja um entrave a que a consolidação do sistema partidário brasileiro venha a ocorrer em curto lapso de tempo.

Palavras-chave: partido político; sistema partidário; nação; representação; trabalhadores.

Para ver a monografia "O Papel do Partido Trabalhista e o Papel da Reforma da Legislação no Processo de Consolidação do Sistema Partidário" Clique aqui.