O texto compara a política estabelecida no Brasil para o meio ambiente com a política norteamericana, com foco em questões concernentes à avaliação de impactos ambientais.

Apresenta a forma como é realizado o cálculo das aposentadorias no Regime Geral de Previdência Social, analisa questões referentes ao fator previdenciário citando propostas legislativas para a sua alteração e as regras de atualização monetária da Previdência Social.

Considerando o conceito de desenvolvimento sustentável, o autor apresenta uma avaliação dos impactos ambientais decorrentes da produção de energia elétrica no Brasil.

O autor promove uma retrospectiva das discussões na Assembleia Nacional Constituinte – ANC a respeito do tema e analisa o debate atual sobre o aumento da pluralidade dos meios de comunicação social no Brasil.

O presente estudo analisa a questão da taxa de juros no Brasil; discorre sobre a evolução da concentração no setor bancário nacional após a implantação do Plano Real e, por fim, aborda a atuação do parlamento brasileiro na regulação financeira.