O setor bancário tem cadeira cativa na berlinda. Há muito tempo a forma como ganha dinheiro é objeto de preconceito por boa parte da população e até religiões interferem no negócio (com a proibição à usura, por exemplo).